Total de visualizações de página

terça-feira, 16 de março de 2010

No silêncio da saudade

É muito bom rever os fatos
reler as entrelinhas
com saudade do seu abraço
da sua presença que em mim permanece.
Já mandei ela embora,
já xinguei não querendo mais,
fiz até promessa
Mas é em vão
Pois seu nome cravou-se no meu coração.
Do dia de ontem, do dia de hoje
Tu és o que soma em mim
e mesmo no silêncio te sinto
Sinceramente te sinto amor
O seu coração
toca melodias no meu
Saudades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário