Total de visualizações de página

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Escolhas

O dias são feitos de escolhas
Portas são abertas sem que toquemos nas fechaduras
Asim como quando recebo o convite de aceitar um cigarro
A escolha é minha, é sua...
Temos diálogo com todas as pessoas que nos chegam e as que precisamos nos aproximar
E o que sai da boca das pessoas nem sempre são palavras bem vindas
Descobrir um jeito criativo de ser gente é minha intenção de cada dia
Hoje ouvi que estar no meio do conhecimento é ser frio pois o que prevalece é o ato de apenas aprender.
O que não concordo!
O conhecimento está ligado com a sabedoria que está ligada com o humano.
Mas o que é uma questão de sobrevivência?
A vida é uma luta diária e trabalhar em prol do outro é meu objetivo.
Como viver num tempo em que o capital é maior
e que as pessoas criam necessidades para tais pseudomodernidades?
Tenho muito o que aprender,
mas as vezes acho que não preciso mais aprender
meu coração chora com essa realidade que afugenta o mundo
Já pensei em ser polícial e quem sabe eu dava um jeito...
Já pensei em ser radialista,
então colocaria na voz ao público que a
humanidade seja acima de tudo
humana com amor no coração
E também já pensei em desistir...
Então em vez de pensar de mais,
decidi tentar fazer o melhor que posso
nos gestos de cada dia acima de tudo Viver.
(Eu)

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Sem sentido?

Qual é o fato de você não ser você
em diversas questões de assuntos dispersos que invadem o seu dia?
Mera coicidência de um dia fugaz,
futil seria não acreditar que
tudo é relevante quando estamos acompanhados
E acredite!
Estamos sempre acompanhados
Mesmo no silêncio
A minha sombra me persegue
O meu espírito exulta em acordes
de uma melodia em Domaior
Assim deixo as palavras para quem ler
que assim as leia
Deve ter algum sentido?
Não quando os dedos insistem em falar.

(Eu)

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Lugar

No universo dos meus versos
sou como asas soltas em voo disperso
que na querência do pôr-do-sol
desaparecem nas águas do mar adentro.

(Eu)