Total de visualizações de página

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Rápido passou e não ficou

O tempo passa rápido para aqueles que vivem com pressa. 
É lento para os que se encontram em exatidão de fazeres.
Vivo num tempo em que fico mais a observar
notas melódicas, cores pessoais
Infadonhos danos causais ou não,
todo observar passa por uma emoção
Extasia-me pensar que nada é por acaso
mas sempre indago:
por que será que o acaso pouco vem me procurar?
Talvez seja o meu tempo que passa rápido
sem eu notar.