Total de visualizações de página

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Sorrisos repletos de azul os corações atentos

Indagam-me sobre o meu sorriso.
Será incômodo das pessoas? Ou elas acham um pretesto para falarem de algo?
Foi sorrindo que Deus falou comigo e sinto sua presença em cada sorriso que há em mim
Do que as pessoas pensam ou falam, pouco me importa
Sou eu em todas as circunstâncias
Em cada sorriso vejo e escuto e mantenho o meu silêncio observador, que muitas vezes vale mais do que palavras desnecessárias.
O sorriso é o meu termômetro principal.
Não tente entender todos os meus sorrisos...
Eu tenho vários sorrisos para cada situação.
E prefiro sempre os sorrisos dos olhos, aqueles que
brilham, que seduzem de felicidade.

domingo, 13 de setembro de 2009

E como diz a música: Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante =)

A Multiplicidade do Real

Que existe mais, senão afirmar a multiplicidade do real?
A igual probabilidade dos eventos impossíveis?
A eterna troca de tudo em tudo?
A única realidade absoluta?
Seres se traduzem.
Tudo pode ser metáfora de alguma outra coisa ou de coisa alguma.
Tudo irremediavelmente metamorfose!

(Paulo Leminski)