Total de visualizações de página

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

domingo, 9 de outubro de 2011

Desabafo de um eleitor injuriado

Nas encruzilhadas destes versos
fica a reverência aos beneficiários
que vivem de dinheiro alheio
por meio de falsas promessas

Remexem, viram e mexem
a mesma história permanece
a política de hoje se "dá "
pela solução de um contrato de voto

Partidos válidos ou não
o povo arrisca até num mensalão
Dinheiro público é desviado
E mesmo assim pensam encontrar a solução

O rico cresce e o pobre desce
Cadê a igualdade para todos?
Chega de contrabandos! A imagem
que o político se mostra será tudo o que ele lhes oferece?

(I.F)