Total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Na sua canção fiz a minha

A realidade é vista sem ti pensar
Ouvi sua música e fico a me indagar
De que adianta querer acreditar
numa melodia que não é minha
e num sentimento silencioso
Prefiro não mais comentar

Mas o silêncio as vezes dói
Cada um segue a escolha
daquilo que acredita
e que afaga o coração.

Falei baixinho

Sem ter o que escrever,
mas com muitas coisas para pensar
Pensamentos em conflito
talvez precisem desabafar.